✝ O MONGE E A BRUXA ✝ ✍

França, século Xll.

Como qualquer país ou civilização, seu desenvolvimento cultural acabou criando histórias verdadeiras e algumas lendas que são passadas de pais para filhos, de geração em geração, através dos tempos.

A história que vou contar é a de um monge chamado Francesco Reno, um homem de ampla cultura e de interesses peculiares sobre o mais temido tema para a época: o ocultismo.

Em suas viagens pode conhecer muito sobre feitiços, cultos, magias e a alquimia, tudo era registrado em seus manuscritos e muito bem guardados embaixo de uma madeira solta no chão de seu quarto, sempre que voltava ao monastério.

Após uma denúncia de bruxaria, o monge Francesco Reno foi designado para ir até o local identificar o caso. Quando Reno chegou, foi recebido por um senhor muito nervoso que acenou para que ele entrasse. Uma mulher se aproximou dizendo, por favor, não mate minha filha, ela não é uma bruxa. O senhor resmunga e diz: Eu te disse! Ela desgraçou nossa familia.

Reno pede à mulher que o leve até o quarto onde estava a jovem. A mulher o acompanhou em silêncio e no momento que parou na porta do quarto segurou a mão do monge e suplicou, ajude minha filha, ela não é uma bruxa!

Francesco entra no aposento e pede para ficar sozinho com a jovem. Se aproxima da cama, ela está profundamente adormecida, ele olha atentamente. Era apenas uma criança. Ela abre os olhos, assustada. Francesco se apresenta, perguntando o nome dela, que num sorriso tímido diz: Me chamo Valquíria.

O que aconteceu? Perguntou Reno.

Ela sussurra baixinho: Meu pai acredita que sou uma bruxa.

Porque ele acharia isso? Insiste Reno.

Ela levanta da cama e caminha até um armário. De uma boneca, levanta o vestido, pega um livro e entrega para Reno. Ele olha um belíssimo conto infantil, mas que possuía alguns pequenos encantamentos… Magia.

A menina senta na cama e diz: Eu não sabia sobre os encantos, achei que era apenas uma linda história.

Onde conseguiu este livro? Perguntou ele, curioso.

Uma senhora que conheci próximo ao riacho, ela me perguntou se eu sabia ler, disse que sim e ela me deu esse livro, dizendo que era uma linda história. Fiquei encantada, já que nunca tinha pego um livro em minhas mãos.

E como você aprendeu a ler? Perguntou Francesco Reno.

Aprendi sozinha, por isso meu pai acredita que sou uma bruxa.

Melhor guardar isso, e não deixe que mais ninguém o veja. Eu também sei ler e tenho meus segredinhos, diz o monge, baixinho.

Eu sei que você não é uma bruxa. Conheci muitas em minhas viagens para ter certeza de que não é uma. Diz ele sorrindo.

Reno levanta e sai do quarto, dizendo: Está tudo resolvido.

A mulher o agradece, mas o homem continua relutante e diz: Vamos ver até quando… E sai resmungando.

Ele voltou ao monastério e disse ser engano, que não constatou nada de errado.

Alguns dias se passaram e certa manhã Reno ficou sabendo da prisão da mesma jovem, acusada de bruxaria.

Francesco Reno foi até o local onde ela estava presa, uma espécie de masmorra, no subterrâneo do monastério. Quando entrou, Valquíria o abraçou dizendo: Me ajude!

O que aconteceu? Perguntou ele, preocupado.

Alguns dias depois da sua visita, meu pai vasculhou meu quarto e achou o livro, e pessoalmente fez a acusação, o entregando como prova.

Sinto muito, disse ele, saindo da cela e deixando Valquíria em total desespero.

Naquele dia Reno foi para seu quarto, inconformado. Uma inocente iria morrer, ele poderia tê-la salvado quando esteve em sua casa. Deveria ter dado um fim naquele livro.

Ele caminha de um lado para o outro do quarto, pensando como iria ajudar aquela menina. Num vislumbre de luz, Reno voltou até a cela de Valquíria. Subitamente, ele abre a porta e pede para que ela o siga. Eles vão até seu quarto, sem cruzar com ninguém pelos corredores de pedra. Ele diz a ela que deixou um cavalo preparado, e uma bolsa com água e pão. Ela olha para ele assustada, e diz: Para onde devo ir, estou com tanto medo, e se for pega?

Essa é sua única chance, tem que fugir, para bem longe, diz Reno.

Nesse momento Francesco Reno ouve pessoas falando, provavelmente já sabiam que a jovem não estava na cela. Reno sai do quarto e vê que todos já estão à procura da menina. Rapidamente pega um de seus livros escondidos e recita algumas palavras estranhas, segurando a mão de Valquíria.

Os dois saem do quarto e passam por todos sem serem vistos, mas o que Reno não sabia era que a magia duraria pouco tempo. Quando estava quase chegando ao cavalo a magia se dissipou, deixando-os visíveis novamente.

Um dos monges os viu e gritou: Reno é um traidor, está ajudando a bruxa!

Ele não teve alternativa. Tentaram de se desvencilhar dos monges, mas foram agarrados e rapidamente presos na masmorra.

Agora Francesco Reno também será queimado vivo, junto com a menina.

Na manhã seguinte foram julgados e condenados à morte. Ao receberem a sentença, Reno gritou e suplicou, dizendo que não eram bruxos, e ao olhar para o lado, Valquíria subitamente se transforma.

Sua força fica descomunal, e com seus olhos brancos e distantes ela sai arremessando os monges que os seguravam, e todos, um a um, foram mortos e dilacerados.

Apenas Reno foi poupado.

O monastério todo se consumiu em chamas. Valquíria desmaiou, e Reno a carregou nos braços para fora do monastério. Logo ela recobrou os sentidos, não se lembrando de absolutamente nada. Juntos fugiram para o sul da França.

Reno agora tinha certeza, ela de fato era uma bruxa, disfarçada de anjo. E assim ele cuidou de Valquíria, e foi seu mentor até sua morte. Ela se tornou uma linda mulher com poderes extraordinários, e viveu por muitos anos.

#autoral

Fabiana Santca

#curiosidades

#destaque

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s